Fazenda-estufa: a nova maneira de cultivar alimentos

Fazenda-estufa: a nova maneira de cultivar alimentos.

Renúncia do Papa mostra necessidade de “Teologia do Envelhecimento”

Renúncia do Papa mostra necessidade de “Teologia do Envelhecimento”.

Combinações de ervas medicinais são tão eficazes quanto remédios tradicionais

Plantas medicinais podem ser tão eficazes quanto os medicamentos industrializados para tratar desde infecções até leucemia.

viaCombinações de ervas medicinais são tão eficazes quanto remédios tradicionais.

Extrato de soja e cogumelo combate metástase

O composto natural funciona como uma terapia complementar, aumentando a eficácia do tratamento tradicional.

viaExtrato de soja e cogumelo combate metástase.

Nota

OS CÃES

 Sei que vou ferir suscetibilidades de loucos por cães, mas preciso desabafar pois essa febre está se tornando perturbadora.

 Sempre gostei de animais e pantas. Curto aves (associado da SOB e secretario, em SP), aquariófilo com diversos montados ao longo do tempo, orquidófilo e coleções de cactos .

Com o andar das responsabilidades para sobreviver e constantes mudanças, inclusie para a Bélgica, fui obrigado a me privar dessas alegrias, se bem  que com relação às aves, se antes  eu as mantinha em gaiolas, agora me contento em observá-las na natureza.

Só não tive nunca  apego a cães em casa. Tolero-os na casa  das outras pessoas desde que não interfiram no meu sossego, mas atualmente estão interferindo e muito.  Nos últimos 3 lugares que residi e resido atualmente, os cães da vizinhança são irritantes e cansativos, com seu vezo de latir para tudo e para nada. Principalmente os pequenos bostinhas de cãezinhos de madame. Vão ser chatos assim nas profundezas.

Esse pessoal abnegado e fissurado neles não fariam melhor cuidando de uma criança abandonada ao invés de um cão, para preencher suas carências?

Os cães são muito bonitinhos e agradáveis quando pequenos e ai as pessoas os adquirem ou os recolhes de doações e levam para casa para então descobrir que os cães tem muitas necessidades que tem de ser respeitadas e supridas. Principalmente carinho. Alguns os deixam presos e casa e apartamentos e vão cuidar de seus problemas e trabalhos, e ai o infeliz fica latindo e ganindo o dia inteiro até o dono voltar.

A maioria ao descobrir a quantidade de tratamento e afeto deve ser dispensada ao mesmo e não tendo tempo nem qualificação para isso, os abandona na rua. Tenho observado que  é quase comum se deparar com cães largados, formando bandos nas ruas e praças. Vejo muito isso em frente minha residencia, na praça.

Enquanto isso o número de cães está crescendo assustadoramente engordando o lucro das fábricas de ração e artigos de toucador para os mesmos.

Lembro do meu tempo de criança quando a “carrocinha” com os laçadores passava apanhando cães de rua no laço. Eram levados para um depósito da Prefeitura e os não reclamados no prazo, eram sacrificados e dados como alimento às feras do Bosque municipal. 

Felizmente isso terminou? Está na hora de repensarmos o assunto. Os  “cãzofilos” que se pronunciem!

 

 

e-Ciência, o jeito informatizado de fazer ciência

A e-Science lida com a ‘montanha’ de informações geradas pelos equipamentos científicos modernos.

viae-Ciência, o jeito informatizado de fazer ciência.

Cientistas querem testar se vivemos em uma Matrix

Raios cósmicos podem indicar se estamos ou não vivendo em uma simulação computadorizada.

viaCientistas querem testar se vivemos em uma Matrix.